Publicidade

Governo abre 3,5 mil vagas em cursos online gratuitos de qualificação profissional

cursos gratuitos online

Projeto em parceria com o Senac vai capacitar participantes para o mercado de trabalho. São vários cursos gratuitos a distância (online).

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac/MG), lança, nesta segunda-feira (18/10), os editais de seleção de beneficiários para os cursos de qualificação profissional oferecidos pelos projetos Empreenda Jovem, Minas Programando e Trajeto Renda. # cursos gratuitos online
 
As inscrições para os cursos são gratuitas e ficarão abertas até o dia 2/11/2021, por meio de formulário eletrônico disponibilizado nos links abaixo. Serão disponibilizadas 3,5 mil vagas em cursos profissionalizantes – carga horária de 20 a 240 horas, em várias regiões do estado, nas modalidades de ensino presencial e remoto.

Empreenda Jovem

O Empreenda Jovem busca, por meio de cursos de qualificação com foco no mercado de trabalho, atender a jovens de 18 a 29 anos com o intuito de reduzir as vulnerabilidades e o risco social. A ideia é ampliar oportunidades de inclusão produtiva e geração de renda, preparando este público para o desenvolvimento de novos negócios.
 
Os cursos de qualificação profissional oferecidos na modalidade de ensino remoto são:
 
• Assistente Administrativo
• Assistente de Logística
• Comprador
• E-Comerce
• Estoquista
• Promotor de Vendas 
• Representante Comercial
• Vendedor
• Web Designer
 
Confira neste link o edital do Projeto Empreenda Jovem.
 
Acesse o formulário de pré-inscrição para participar da seleção.
 
Saiba mais aqui

Minas Programando

Já o Minas Programando busca atender a demanda do segmento de Tecnologia da Informação (TI) por meio da qualificação profissional dos mineiros e do fomento de uma maior participação de mulheres na área. 
 
O objetivo é promover a inclusão digital e produtiva de públicos vulneráveis atendidos pela Sedese.  Os cursos do Senac contemplam o desenvolvimento de competências e habilidades socioemocionais orientadas para o desenvolvimento do indivíduo, além de mentoria e seminários.
 
Cursos de qualificação profissional que serão oferecidos na modalidade de ensino remoto: 
 
• Administrador de Redes
• Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos
• Operador de Computador
• Programador Web
• Programador de Sistemas
 
Confira aqui o edital para o Projeto Minas Programando.
 
Acesse o formulário de pré-inscrição para participar da seleção.
 
Saiba mais aqui.

Trajeto Renda

Também o Trajeto Renda busca promover a formação profissional que incentive o trabalho e a geração de renda por meio de aulas presenciais nas unidades do Senac. Podem participar do programa pessoas em situação de vulnerabilidade social e baixa renda em 14 cidades nas regiões de Diamantina, Governador Valadares e Ipatinga.
 
 Cursos de qualificação profissional a serem oferecidos na modalidade presencial:
 
• Assistente Administrativo
• Empreendedorismo e Negócios Inovadores
• Marketing na Web
• Vendedor
 
Confira neste link o edital do Projeto Trajeto Renda.
 
Acesse o formulário de pré-inscrição para participar da seleção
 
Saiba mais aqui.

Fonte: Agência Minas 


Veja também:

Siga-nos no Google News

Aplicativo reconhece objetos por fotos, conheça o Google Lens

O Google Lens é um aplicativo que reconhece objetos por fotos da câmera do seu smartfone. O app identifica plantas, animais, lugares e muito mais.

O Google Lens é um aplicativo que reconhece objetos por fotos do seu celular e identifica diversos itens através da câmera, o Lens (baixe aqui), a ferramenta de reconhecimento de imagens inteligente, agora está disponível para todos gratuitamente.

Para baixar basta entrar loja da Google Play, qualquer usuário que tenha um smartfone rodando uma versão mais recente do Android poderá aproveitar as novidades do Lens.

Embora o Lens consiga identificar “quase tudo”, ele ainda está em desenvolvimento por se tratar de uma tecnologia nova.

Você pode utilizar o Lens, por exemplo, para descobrir de qual espécie é uma planta ou para identificar de que raça é o seu cachorro.

E o mais importante, você pode descobrir o preço de um produto na internet apenas fotografando o objeto. (Faça o teste usando o Lens tirando uma foto do seu sapato).

Também é possível identificar um monumento ou um local com o Lens, no entanto este recurso está em constante desenvolvimento.

Como funciona

Após instalar o Lens, ele aparecerá na área de trabalho do seu celular ou quando você utilizar o Google Assistente, dizendo “Ok Google”, então você verá o ícone do Lens no canto inferior direito da tela em seu smartphone.

google lens aplicativo reconhece objetos por fotos
Imagem do Google Assistente

Quando a câmera do seu smartfone abrir, aponte para o objeto que deseja pesquisar, aguarde um pouco para a câmera focalizar bem o objeto e clique sobre o ponto que aparecerá em cima do objeto.

google lens
Identificando um objeto com o Lens
google lens aplicativo identifica objetos por fotos
Identificando um monumento com o Lens
google lens objetos por fotos
Identificando uma planta com o Lens

google lens aplicativo reconhece raça de cachorro pelo celular

O InfoPapo testou o Lens e os testes foram incríveis, embora ainda haja algumas falhas, porque nada é perfeito né.

Como consequência, o aplicativo identificou quase tudo, como por exemplo a raça do cachorro que clicamos, como visto na foto acima.

Com o Lens também é possível ler códigos de barra e QRCode, faça o teste.

google lens aplicativo identifica produtos
Google Lens identifica produto através do código de barras

qrcode

Ficou curioso para saber o que significa o QRCode, utilize o Lens para saber 😉

Concluindo: O Google Lens é uma das novas tecnologias que veio para facilitar nosso dia a dia através do Smartfone, porque é um aplicativo superútil para consultas, além de ser bem divertido também.

Fonte: Site Varginha Digital | Link da Matéria


Veja também:

Siga-nos no Google News

Você conhece o WhatsApp Business?

whatsapp

O uso consciente do WhatsApp Business

O WhatsApp, aplicativo presente em 99% dos smartphones no Brasil, foi um importante aliado das empresas durante a pandemia da Covid-19, cerca de 76% dos usuários interagiram com as marcas via app, segundo estudo da Opinion Box em 2021. Diante deste cenário, o WhatsApp se tornou  uma das principais ferramentas de aproximação das companhias para com o público. Então surgiu o WhatsApp Business que veio para facilitar a vida das empresas e de empreendedores.

Ter um relacionamento via WhatsApp com o cliente é uma das formas mais eficazes de criar uma conexão que gere bons resultados, visto que o perfil do consumidor atual demanda uma interação mais personalizada e novas formas de comunicação da empresa.

As pessoas esperam por uma comunicação ágil, assertiva e simplificada, que de fato resolva suas demandas. Ter uma conta no WhatsApp Business ou WhatsApp Business API, por exemplo, pode contribuir para que não haja filas de espera no atendimento e que simplifique as pendências dos usuários.

Desde 2018, a plataforma disponibiliza a sua versão comercial, o WhatsApp Business, para pequenas e médias empresas, e o Business API, para grandes companhias. As duas versões garantem um tom mais profissional às interações, tendo ótimos recursos para serem explorados, como: 

  • Catálogo de produtos;
  • Conta comercial com dados da empresa e localização;
  • Mensagens de ausência e de saudação;
  • Quick Replies;
  • Etiquetas de organização de atendimentos;
  • Estatísticas para mensurar resultados.

Como se relacionar com os consumidores via WhatsApp?

O primeiro passo para estabelecer um relacionamento efetivo com os consumidores é montar uma base de contatos que esteja alinhada com o propósito da marca.

Essa base pode ser construída por meio de convites para contatos que já são engajados em outros canais, campanhas de captação de leads ou encaminhando o número para os clientes, convidando-os a salvarem o contato para facilitar a comunicação com a marca.

As listas de transmissão do WhatsApp são meios mais indicados para efetuar essa comunicação com eficiência. As duas versões Business do WhatsApp permitem a segmentação das listas, ajudando a ser assertivo com o público-alvo, alcançando melhores resultados em campanhas, além de conhecer exatamente o que os consumidores desejam.

Como construir uma comunicação humanizada?

Mesmo que a comunicação através do WhatsApp empresarial seja focada no profissional, a empresa não pode deixar de ter uma relação humanizada com os clientes. Para gerar uma conexão ainda maior entre a marca e o consumidor, a comunicação precisa gerar empatia no público que irá recebê-la.

Para que isso aconteça, é preciso compreender profundamente quem é a persona, com quem a marca está conversando. A empresa deve adaptar a sua linguagem para o digital, a ponto que o consumidor reconheça e identifique as características fundamentais do negócio 

Além disso, saber como acontece a jornada dos consumidores com a marca irá facilitar e fazer com que a abordagem passe a ser mais assertiva.

Por que utilizar um chatbot é importante?

A partir do momento em que se montou uma lista de transmissão para WhatsApp Business, e se dispara uma campanha, por exemplo, o consumidor responderá e para não o deixar em uma longa fila de espera, ou simplesmente no aguardo, ter alguém sempre disponível para responder é fundamental para o negócio avançar.

Longas filas de espera são uma das experiências mais negativas que podem ser geradas ao consumidor, pois tudo que desejam é ter a demanda atendida com agilidade. Experiências como essa devem ser evitadas, pois derrubam todas as etapas positivas que já foram geradas. Um chatbot disponível para esclarecer dúvidas e encaminhar sugestões colabora bastante na jornada do cliente.

Entre os benefícios da utilização do bot no app estão:

  1. Melhora na retenção dos clientes;
  2. Aumento da satisfação dos consumidores com a marca;
  3. Fortalece o gerenciamento dos atendimento e obtenção de dados.
  4. Redução de custos com a operação;
  5. Ampliação dos canais de relacionamento com o cliente;
  6. Otimização dos atendimentos com base em dados extraídos das conversas;
  7. Fidelização dos clientes que estão satisfeitos com a empresa. 

*Por Rafael Souza, CEO da Ubots e especialista em programação. 


Veja também:

Siga-nos no Google News

Google disponibiliza 26 cursos online gratuitos

Google Ateliê Digital cursos gratuitos

Os cursos do Google Ateliê Digital são online e gratuitos em três áreas de qualificação para diversos tipos de profissionais.

Google está disponibilizando 26 cursos gratuitos online na plataforma Ateliê Digital. Os cursos são para as áreas de Marketing Digital, Tecnologia e Desenvolvimento de Carreira.

A duração dos cursos variam entre uma e 40 horas, conforme o conteúdo e a área escolhida. Além de fazer o curso, o aluno tem a opção de solicitar certificação da sua participação. Segundo o Google, o objetivo é ajudar a pessoa a “expandir seus negócios ou alavancar sua carreira”.

Veja os cursos gratuitos disponibilizados pelo Google

  • Crie um currículo: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Como falar em público: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Gere conteúdo para promover sua empresa: quatro módulos, com duração de 3 horas;
  • Entenda as necessidades e o comportamento on-line dos clientes: três módulos, com duração de 1 hora;
  • Crie confiança com a autopromoção: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Encontre seu novo trabalho: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Entenda os conceitos básicos da codificação: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Aumente a produtividade no trabalho: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Gerencie um projeto com ferramentas digitais: quatro módulos, com duração de 6 horas;
  • Use o Google para encontrar um novo emprego: cinco módulos, com duração de 6 horas;
  • Cloud Onboard Online: três módulos, com duração de 8 horas.
  • Como editar seu currículo: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Aprenda a planejar reuniões eficientes: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Promova sua empresa com publicidade online: cinco módulos, com duração de 3 horas;
  • Desenvolva seus negócios em outros países: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Conecte-se com os clientes em dispositivos móveis: dois módulos, com duração de 1 hora;
  • Técnicas para negociar seu salário: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Fundamentos do marketing digital (com certificação): 26 módulos, com duração de 40 horas;
  • Leve sua empresa para a web: sete módulos, com duração de 3 horas;
  • Garanta que os clientes encontrem você online: quatro módulos, com duração de 3 horas;
  • Entenda os conceitos básicos do aprendizado de máquina: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Melhore a segurança da sua empresa on-line: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Introdução ao bem-estar digital: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Networking eficiente: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Introdução à comunicação corporativa: um módulo, com duração de 1 hora;
  • Transmita suas ideias com textos e imagens: um módulo, com duração de 1 hora;

Veja como se inscrever nos cursos do Ateliê Digital

Para se inscrever basta entrar no site do Ateliê Digita e seguir os passos abaixo:

  • Selecione o curso que quer fazer;
  • Entre em “Iniciar curso gratuito”;
  • Informe seu e-mail e cadastre uma senha ou entre com uma conta do Google;
  • Preencha a ficha de inscrição e confirme o e-mail;
  • Se tudo der certo, você poderá começar o curso imediatamente.

É possível fazer quantos cursos desejar e enquanto o Google mantiver as aulas online.

Com informações de Concursos no Brasil


Veja também:

Siga-nos no Google News

MEC oferece mais de 100 cursos gratuitos EAD com certificado

Cursos gratuitos ead com certificado AVAMEC

O MEC está com inscrições abertas para diversos cursos gratuitos EAD (a distância) com certificado que vale como horas complementares para estudantes de graduação, veja como se inscrever.

O Ministério da Educação (MEC) está oferecendo 119 cursos gratuitos à distância (EAD), com certificado de diversas áreas, através da plataforma virtual AVAMEC – Ambiente Virtual de Aprendizagem do MEC.

As oportunidades são para todo o Brasil, não há processo seletivo e nem limite de vagas. Uma ótima oportunidade para enriquecer o currículo e para estudantes de graduação conseguirem horas complementares.

São vários cursos com qualificação em diversas áreas, como por exemplo, programação, matemática, robótica, ensino híbrido esporte, estatística, saúde, português, produção de texto, administração, inglês, recursos digitais, ética, ciências e muito mais, veja os cursos no link no final do texto.

Segundo o Ministério da Educação, a plataforma já conta com mais de 835 mil usuários cadastrados para fazerem os cursos gratuitos e a distância (EAD).

Os cursos têm certificação após concluídos e o próprio estudante pode emitir o documento via internet.

Com a pandemia do Coronavírus no Brasil, a metodologia de ensino à distância (EAD) se torna a melhor forma e mais segura de continuar estudando, além de contar com toda a flexibilidade em relação ao tempo diário de estudo.

Inscrições

Veja os cursos e se inscreva diretamente no site da AVAMEC, nesse link.


Veja também


Siga-nos

Confira os lançamentos da Netflix em setembro

netflix

Setembro chegou cheio de lançamentos na Netflix! Confira as novidades deste mês. Como a própria Netflix twitou: “Eu te amo setembro, eu te amo.”

Lançamentos na Netflix em setembro de 2021:

Lançamentos na Netflix em agosto de 2021:

Veja o que sai do cartaz da Netflix em agosto de 2021:

  • A Chinese Odyssey Part Two: Cinderella
  • A lenda do cavaleiro sem cabeça
  • Além da Escuridão – Star Trek
  • Are We Done Yet?
  • Armações do Amor
  • Aussie Gold Hunters (8 eps.)
  • Bleach (109 eps.)
  • Casino Tycoon
  • Chen Zhen: A Lenda dos Punhos de Aço
  • Colateral
  • Como Perder um Homem em 10 Dias
  • Conflitos Internos 2
  • Conflitos Internos 3
  • Confusão em Dobro
  • Corajosos
  • Desafiando Gigantes
  • Desenfreado
  • Empire of the Tsars (3 eps.)
  • Era uma Vez no México
  • EuroTrip – Passaporte para a Confusão
  • Everyday Miracles (2 eps.)
  • Grand Designs (17 eps.)
  • Hero
  • Hinterland (13 eps.)
  • Holding the Man
  • Instinto Selvagem
  • Intervention: Temporada 5
  • Justice, My Foot!
  • Little Baby Bum: Canções de Ninar – Volume 1
  • Little Baby Bum: Canções de Ninar: Temporada 1
  • Little Dragon Maiden
  • Loucademia de Polícia 2: A Primeira Missão
  • Love in a Puff
  • Mad World
  • Meninas Malvadas 2
  • MIB – Homens de Preto
  • No Balanço do Amor
  • No Coração do Mar
  • Nurses Who Kill (10 eps.)
  • O Hóspede
  • O Impostor
  • O Jovem Messias
  • O Rei e Eu
  • O Segredo dos Animais
  • Operação Sombra – Jack Ryan
  • Pais e Filhas
  • Pegar e largar
  • Peixe grande e suas histórias maravilhosas
  • Penn & Teller: Fool Us (9 eps.)
  • Peter Pan
  • Queen of No Marriage (34 eps.)
  • Rango
  • Rede de Abuso
  • Regal Academy (26 eps.)
  • Road Trip: caindo na estrada
  • Ten Years
  • The Code: Temporada 1
  • The Truth About Alcohol
  • V de vingança
  • Weeds on Fire

Lançamentos na Netflix em julho de 2021:

Expectativa para julho: Maratonas de Outer Banks, guerra de ships em Eu Nunca, casal endgame em Atypical, nostalgia e aventura com He-Man, gritos e sustos em Rua do Medo, choros em Virgin River. Realidade: Carrossel morando no meu top 10.

CLIQUE NO LINK PARA IR PARA A NETFLIX

Veja também


FITec abre 20 vagas para estagiários e trainees de software em todo o Brasil

fitec

A FITec – Fundação para Inovações Tecnológicas – lança chamada para o seu Programa de Contratação de Estagiários e Trainees de Software para alunos do penúltimo e último ano de cursos universitários de Engenharia, Computação, Matemática e afins. O trabalho poderá ser presencial, no sistema home office ou misto, nas unidades da instituição em Recife, Campinas, São José dos Campos e Belo Horizonte. # vagas

Funções são para estudantes de Engenharia, Computação, Matemática e cursos relacionados. As inscrições estão abertas e o processo seletivo será concluído até o dia 17 de setembro.

Criada na década de 90, a FITec é um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) credenciado pelos órgãos competentes do Brasil. Possui mais de 350 profissionais entre doutores, pós-doutores, mestres, pós-graduados, graduados e técnicos, com vasta experiência em Transformação Digital, Inteligência Artificial, Ciência de Dados, IoT (Internet das Coisas), Energia e Engenharia de Produção. Estão sendo oferecidas 20 vagas. As inscrições para o programa estão abertas e podem ser feitas no link https://fitec.gupy.io/. Os candidatos selecionados passarão pelas etapas de testes, entrevistas e treinamento antes da contratação. Os primeiros testes estão previstos para o dia 13 de setembro, com início do treinamento no dia 20 deste mês. As contratações serão efetivadas até 20 de outubro.

O processo de seleção prevê teste para comprovação de habilidade em pensamento lógico e na criação e entendimento de algoritmos, independentemente da linguagem de programação. Uma vez selecionados, os candidatos receberão capacitação em linguagens de programação e farão treinamento e teste de conclusão do curso nas áreas de interesse de contratação. Os aprovados serão contratados como funcionários “trainee”, caso já tenham acumulado horas de estágio suficientes para a conclusão do curso. Após a formatura, serão reenquadrados, se obtiverem bom desempenho. Os que não tiverem horas suficientes para se formar serão admitidos como estagiários e efetivados no fim do estágio.

A reconhecida experiência de mercado e a qualificação dos colaboradores da FITec já foram aplicadas em mais de 650 projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, incluindo a concepção de mais de 200 equipamentos eletrônicos. Suas soluções foram instaladas em mais de 25 países, com casos de sucesso de desenvolvimento de projetos nos setores de Indústria 4.0, Logística, Telecom, IoT, Energia, Agroindústria, Mineração, Educação e Saúde.


Veja também


Siga-nos

Planilhas Google: O editor de planilhas que veio para desbancar o Excel

planilhas google sheets

A briga entre os editores de Planilhas está cada dia maior. O editor mais famoso do mundo, o Excel (Microsoft), vem perdendo espaço para o app gratuito do Google.

O Excel é o software de planilhas mais utilizado do mundo, o aplicativo da Microsoft se consolidou no mercado por sua evolução e por sua vasta gama de opções, fórmulas e recursos. Já o Planilhas Google (Google Sheets) vem se tornando o queridinho quando falamos de criação de planilhas.

Embora ambos tenham suas vantagens, o Excel se destaca em casos onde são necessárias planilhas mais complexas e com grande quantidades de dados.

O Google trouxe várias novidades em relação ao seu concorrente e a cada dia se torna mais utilizado, veja algumas diferenças entre os dois editores:

Google Planilhas x Microsof Excel

Google Planilhas

  • Grátis
  • Modos ágeis e colaborativos para trabalho em equipe
  • Integração com outros serviços do Google
  • Histórico de Revisões
  • Salva automaticamente
  • Fácil compartilhamento
  • Maior compatibilidade entre plataformas

Excel

  • Possui fórmulas mais complexas
  • Possui maior quantidade de fórmulas
  • Suporta maior quantidade de dados
  • É mais utilizada no mercado
  • Possui funcionalidades avançadas

Como criar Planilhas no Google

Opção 1 – Criar uma planilha pelo sheets.google.com

Opção 2 – Através Google Drive

Você pode criar uma planilha diretamente no seu Google Drive.  

Siga estas etapas:

  • Em um computador, acesse drive.google.com.
  • Na parte superior esquerda, clique em Novo.
  • Clique em Mais, em seguida em “Planilhas Google”.

Conclusão

Se você utiliza planilhas constantemente e gosta de praticidade e colaboração em seus trabalhos o mais indicado é o app do Google. Seu trabalhos são salvos automaticamente em seu Google Drive e permite compartilhamento de forma simples e rápida.

Porém, se você pretende criar planilhas com mais complexidade e com mais fórmulas e muitos dados o mais recomendado seria o Excel.

Ou seja, para nosso trabalhos mais básico do dia a dia o app do Google pode atender perfeitamente e facilitar muito a vida com sua praticidade.

Por: Beto Menali

Achou útil este artigo? Deixe seu comentário e sugestões sobre o que você gostaria de aprender aqui no InfoPapo!

Voltar para a Página Inicial

Seus arquivos já estão na Nuvem? Conheça o Google Drive

Pen Drives e CDs estão ficando no passado quando se trata de armazenamento de arquivos. O Armazenamento em Nuvem chegou para ficar. Conheça o Google Drive.

Você já ouviu falar em Cloudin Computing? Em português significa Computação em Nuvem. E o Google Drive você já utiliza? Neste texto vamos aprender a utilizar o drive gratuito disponibilizado para pessoas com conta no Google.

O conceito de computação em nuvem refere-se à utilização da memória e da capacidade de armazenamento em computadores e servidores hospedados em datacenters e interligados por meio da Internet.

Em outras palavras, a Computação em Nuvem permite que você armazene seus arquivos on-line, ou seja, seus arquivos ficam armazenados em um computador de uma empresa e você poderá acessá-los em seu dispositivo à distância, bastando apenas estar conectado a Internet.

Embora o armazenamento em nuvem não seja uma novidade, muitas pessoas ainda desconhecem este serviço ou não sabem como utilizar.

Mas afinal o que é Armazenamento em Nuvem?

armazenamento em nuvem

Primeiramente, o armazenamento em nuvem é um modelo de armazenamento de dados do computador no qual os dados digitais são armazenados em conjuntos lógicos. O armazenamento real fica em vários servidores e o ambiente físico geralmente é de propriedade e gerenciado por uma empresa de hospedagem. 

Quando você armazena seus arquivos em nuvem, você está guardando seus arquivo em um computador remoto e utiliza a Internet para acessá-los.

Armazenamento em Nuvem, possibilita que você tenha seus arquivos em mãos rapidamente em qualquer dispositivo. Hoje em dia a maioria dos celulares já possuem o aplicativo do Google Drive instalado de fábrica.

Além da facilidade de acessar seus arquivos de qualquer dispositivo e da agilidade de ter sempre seus arquivos mais importantes em mãos, os arquivos armazenados no Google Drive também podem ser compartilhados de forma muito fácil.

Vantagens do Armazenamento em Nuvem

  • Economia de espaço em seus drives físicos (HD, Pen Drive, Cartão de Memória, etc)
  • Acesso aos seus arquivos a qualquer momento e local (desde que esteja conectado à Internet).
  • Acesso a seus arquivos diretamente em seu Smartphone.
  • Segurança dos seus dados e backups. Com seus arquivos armazenados em Nuvem dificilmente você irá perdê-los (a não ser que os apague acidentalmente no servidor).
  • Sincronização automática com seus dispositivos.
  • Compartilhamento de arquivos e pastas com seus contatos.

Serviço gratuito e pago

Existem várias empresas atualmente oferecendo serviços de armazenamento em nuvem, como por exemplo o DropBox, One Drive, Mega e outros.

Este artigo vai focar no Google Drive, por se tratar de um serviço com uma boa gama de recursos gratuitos, além de ser um dos mais utilizados do momento.

A Nuvem no Google Drive

O Google Drive oferece gratuitamente 15 GB de armazenamento, para usufruir desse espaço basta ter uma conta do Google (Gmail).

Se você utiliza celular com o Sistema Android provavelmente já tem o Google Drive em seu Smartphone.

O GDrive também pode ser instalado em PCs e sincronizar os arquivos em Nuvem diretamente com sua máquina.

O aplicativo está disponível para Android e IOS. Para usuários do Sistema Operacional Windows existe o Software Backup e Sincronização do Google.

Escolha abaixo a melhor opção para você baixar:

O espaço de armazenamento da opção gratuita do Google Drive é de 15 GB, espaço bem satisfatório para armazenamento de documentos e arquivos menores.

No entanto, se você possui mais de uma conta Gmail, você terá 15 GB por conta, em outras palavras, você pode criar uma conta pessoal e uma profissional por exemplo, e você terá 30 GB de espaço total de armazenamento.

Se você precisa de mais espaço de armazenamento, existem os planos pagos do Google Drive, o Google One.

Existem várias opções de planos, como por exemplo, o plano mais básico com o valor de R$ 6,99 por mês (por 100 GB), um ótimo espaço de armazenamento para os usuários comuns.

Para conhecer os planos consulte o site do Google One para mais informações.

No Windows

O Google Drive para Windows permite que você integre no máximo 3 contas de e-mail.

Embora seja uma opção muito útil, estas tarefas de sincronizações constantes podem deixar seu computador lento.

O aplicativo para a versão de computador cria pastas e atalhos no Gerenciador de Arquivos do Windows, onde manterá seus arquivos atualizados.

Cuidado: Utilize o Google Drive do Windows apenas em seu computador pessoal, pois os arquivos ficam disponíveis no computador.

Utilizando o serviço de nuvem do Google Drive na prática

Vamos ensinar como utilizar o Google Drive sem precisar instalar nenhum programa, apenas utilizando o navegador da Internet.

Vamos utilizar o Google Chrome no nosso exemplo, no entanto, se você utiliza outros navegadores o processo será bem semelhante.

Primeiramente, faça login (entrar com seu e-mail e senha) em sua conta do Google, com o seu Gmail.

Depois clique na “gradinha” no topo da tela e aparecerá vários aplicativos disponíveis em sua conta. Clique sobre o Google Drive.

Então, abrirá a tela principal do seu Google Drive

A tela acima é a tela principal do Google Drive, nela você encontrará várias opções, mas o mais importante saber é que ela funciona de forma semelhante a um Gerenciador de Arquivos.

Basta você arrastar um arquivo e soltar no meio da tela e o arquivo já será carregado para a Nuvem do Google Drive.

Você também poderá criar arquivos novos e separá-los por pastas, diretamente no GDrive.

Compartilhando Pastas e Arquivos

Para compartilhar um arquivo do Google Drive com seus contatos é muito simples (é necessário que seu contato também tenha uma conta do Google).

Clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo e escolha a opção Compartilhar, então, é só digitar o e-mail do seu contato e enviar.

No Smartphone

No Smartphone você poderá salvar ou compartilhar arquivos diretamente no Google Drive. Basta escolher a opção Salvar no Drive e o arquivo irá diretamente para seu GDrive.

Concluindo

O Google Drive conta com várias opções, no entanto, este artigo tem como objetivo ensinar a utilizar suas funções mais básicas e essenciais.

O Google Drive também se integra ao Google Keep, ao Google Docs e ao Google Forms, em breve traremos mais conteúdo sobre o assunto, então fique ligado aqui no InfoPapo .

# nuvem # google drive

Voltar para a Página Inicial

WhatsApp libera a função de transferência de dinheiro pelo app no Brasil; veja como usar

whatsapp transferência brasil

A nova funcionalidade do WhatsApp está disponível somente para pessoas físicas, com limite de R$ 5.000 por mês e limite de transação é de R$ 1.000 por vez.

O WhatsApp começou a liberar nesta terça-feira (4) a opção de transferência de dinheiro para usuários brasileiros.

O recurso vai aparecer “gradualmente” nas próximas semanas para todas as pessoas, segundo o aplicativo. É preciso atualizá-lo em sua loja de apps, seja do iPhone ou de celulares Android.

Vamos começar devagar, uma pequena porcentagem das pessoas vão ver o recurso e quem enviar dinheiro automaticamente vai convidar amigos e familiares para usá-lo também“, disse Matt Idema, chefe de operações do aplicativo, ao site G1.

Por enquanto, as transações só funcionam entre pessoas físicas.

Os pagamentos para empresas serão ativados após aprovação do Banco Central, mas ainda não há uma previsão para que isso aconteça.

Não serão cobradas taxas pelas transferências, mas há limite para o envio e o recebimento de dinheiro pelo aplicativo:

  • As pessoas podem enviar até R$ 1.000 por transação – é possível mandar mais de R$ 1.000 por dia, mas em transferências separadas;
  • cada usuário pode receber até 20 transferências por dia;
  • há um limite de R$ 5.000 por mês para cada tipo de operação, ou seja, R$ 5.000 para recebimentos e outros R$ 5.000 para envio.

Para usar o recurso, é preciso ter uma conta bancária com cartões de débito, pré-pago ou combo com as bandeiras Visa ou Mastercard de um desses bancos: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi ou Woop Sicredi. Cartões de crédito não são válidos.

As instituições podem estabelecer um limite menor para as transferências, segundo o WhatsApp. Alguns dos bancos também vão enviar links com convites para acessar o recurso.

Quem ultrapassar os valores permitidos receberá um aviso e precisará esperar até o 1º dia do mês seguinte para começar a receber ou enviar pagamentos novamente.

Como enviar ou receber dinheiro pelo WhatsApp?

A opção de transferência no WhatsApp fica no ícone de “clipe de papel” (Android) ou “+” (iPhone) no campo de mensagens, o mesmo em que aparecem as opções de enviar uma imagem, documento, localização ou contato.

  1. Toque no ícone de “clipe de papel” (Android) ou “+” (iPhone) e escolha a opção “Pagamento”;
  2. Insira o valor e uma mensagem opcional;
  3. Aperte em “Pagar” e coloque o PIN (senha) do Facebook Pay;
  4. A transação vai aparecer como se fosse uma mensagem na conversa do WhatsApp, e a pessoa precisa aceitar o pagamento. Depois, o dinheiro cairá na conta dela.

Se for a primeira vez usando o serviço, será preciso aceitar os termos de uso, criar um PIN (senha) do Facebook Pay, cadastrar um cartão pré-pago ou de débito de uma das instituições parceiras e confirmar o cadastro na plataforma.

Caso o contato não tenha habilitado o recurso de pagamentos do WhatsApp, uma notificação vai pedir para que ela cadastre o cartão no sistema para receber a transferência – isso precisa ser feito em até 2 dias, caso contrário o valor é reembolsado.

Para fazer as transferências no WhatsApp, as pessoas precisam ter um número de telefone do Brasil. Somente transações dentro do país e em moeda local são autorizadas.

O processamento das transações é feito pela Cielo e a ferramenta é habilitada a partir do Facebook Pay, serviço da empresa que é dona do WhatsApp.

Proteção aos golpes

Com mais de 120 milhões de usuários no Brasil, o WhatsApp é alvo frequente de golpes como clonagem ou roubo de contas.

Questionado sobre como o aplicativo se preparou para proteger os usuários, o executivo Matt Idema disse ao G1 que ao fazer o cadastro para pagamentos existem “vários passos para assegurar a pessoa é a dona da conta bancária que está sendo associada ao WhatsApp”.

As transferências e pagamentos são protegidos por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis“, afirmou a companhia em comunicado.

“Todas as vezes que algum dinheiro é enviado, é preciso autenticar a transação com uma senha ou com segurança biométrica do celular [impressão digital ou reconhecimento facial]”, disse Idema.

Em caso de clonagem do aplicativo, quando um golpista instalar o WhatsApp em um celular diferente, será preciso inserir novamente os dados do cartão.

Liberação do Banco Central

A ferramenta estrearia no Brasil em agosto de 2020, mas foi barrada pelo BC e pelo Cade para a avaliação de riscos concorrenciais e garantir funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Recentemente, a entidade garantiu ao Facebook, que é dono do WhatsApp, a autorização para funcionar como “iniciador de pagamentos”.

Essa modalidade permite que o consumidor dê uma ordem para que a instituição financeira em que é correntista realize o pagamento diretamente a outra pessoa, sem a necessidade de acessar o aplicativo do banco, com débito em sua conta de depósito ou de pagamento.

Fonte: G1


Veja também


Siga-nos