Tecnologia na pandemia: vem aí celulares com termômetro para medir febre de coronavírus

Celulares com Termômetro

A nova tecnologia de celulares com termômetro chega para ajudar no diagnóstico do Coronavírus.

Celulares com termômetro podem ajudar no controle de infectados por Coronavírus, a tecnologia já vem sendo desenvolvida para a próxima geração de smartphones.

A epidemia de coronavírus já dura alguns meses e continua deixando muitos de nós apreensivos quanto ao futuro. Na outra ponta, os oportunistas ganham dinheiro com novas demandas.

No caso, a indústria dos smartphones está fazendo quase isso, colocando na praça os primeiros modelos de 2020 que medem a temperatura corporal.

No final de maio, a pouco conhecida Fise diz ter anunciado o primeiro celular 4G do mundo com sensor de termômetro infravermelho. Já a primeira grande fabricante a investir nisso foi a Huawei, com a recém lançada linha Honor Play 4.

Trazer um termômetro é importante para que esses modelos sejam úteis na epidemia, já que a febre alta é um dos principais sintomas da covid-19, estando presente em 88% dos casos.

O da Huawei é o mais interessante por ser um smartphone mesmo, enquanto o da Fise é um celular mais simples, sem tela sensível ao toque. Com os modelos Honor Play 4 e Honor Play 4 Pro, a empresa chinesa diz que o sensor trabalha com temperaturas de -20 °C a 100 °C. Apareceu um vídeo de demonstração na rede social chinesa Weibo.

No mais, os dois celulares Honor trazem especificações de modelos intermediários premium. O modelo mais barato, o Play 4 comum (1.999 yuans, ou R$ 1.400), tem processador MediaTek Dimensity 800 (2,6 GHz), a partir de 6 GB de RAM e quatro câmeras traseiras. O mais caro, o Honor Play 4 Pro (2.999 yuans/R$ 2.100 com termômetro, e 2.899 yuans/R$ 2.030sem) tem um processador Kirin 990 (2,8 GHz), 8 GB de RAM e apenas duas câmeras traseiras. Por enquanto os dois modelos são vendidos apenas na China, e não há previsão para chegarem em outros países.

Já sobre o modelo da Fise não há muitas informações ainda. Sabe-se pelo primeiro comunicado de divulgação que os usuários simplesmente mantêm o termômetro próximo à testa do sujeito por apenas um segundo para uma leitura da temperatura sem contato.

O aparelho promete uma precisão com margem de erro de 0,2 graus Celsius. Ele ainda traz, segundo a empresa, “conectividade 4G, Google Assistant e aplicativos populares como WhatsApp, YouTube, Facebook e Google Maps”.

O modelo está disponível para testes e “deve ser enviado para mercados em todo o mundo nos próximos meses”, promete a Fise. O foco da empresa está em mercados emergentes.

Fonte: Site Uol


Veja também


Apoia-se InfoPapo Educação em Informática

Apoie o InfoPapo
Nossa campanha está disponível neste link aqui

Você pode contribuir com qualquer quantia.
Mas só se você quiser!

Informática para todos!
Clique aqui para saber mais


whatsapp infopapo

Deixe seu comentário ou sugira um tema que você quer ver aqui no InfoPapo